Biografia: Divaldo Franco

Divaldo Pereira Franco nasceu em 05 de maio de 1927 na cidade de Feira de Santana, Bahia. É reconhecido como um dos maiores médiuns e oradores espíritas da atualidade. Fundou, juntamente com seu fiel amigo Nilson de Souza Pereira, o Centro Espírita Caminho da Redenção e a Mansão do Caminho, que atendem à comunidade de baixa renda do bairro Pau da Lima, em Salvador. Filho de Francisco Pereira Franco e Ana Alves Franco (desencarnados), desde a infância que se comunica com os Espíritos. Cursou a Escola Normal Rural de Feira de Santana, recebendo o diploma de professor primário, em 1943.

Espírita convicto, fundou o Centro Espírita Caminho da Redenção em 7 de setembro de 1947. Dois anos depois iniciou a sua tarefa de psicografia. Diversas mensagens foram escritas por seu intermédio. Sob a orientação dos Benfeitores Espirituais guardava o que escrevia, até que um dia recebeu a recomendação de que queimasse tudo o que havia escrito até ali, pois não passava de simples exercício.

Com a continuação, vieram novas mensagens assinadas por diversos Espíritos, dentre eles, Joanna de Ângelis, que durante muito tempo apresentava-se como "um Espírito Amigo", ocultando-se no anonimato à espera do instante oportuno para se apresentar. Joanna revelou-se como sua orientadora espiritual, escrevendo inúmeras mensagens, em estilo agradável, repassado de profunda sabedoria e infinito amor, que conforta as pessoas necessitadas dando diretriz espiritual.

Desde 1952, na Mansão do Caminho, criou mais de 600 filhos, educados sob o regime de Lares Substitutos: Três mil crianças e jovens carentes são atendidos todos os dias, gratuitamente, numa área de 83 mil metros quadrados, com 50 edificações, em 22 atividades socioeducacionais na Mansão do Caminho: Enxovais, Pré-Natal, Creche, Escolas de ensino básico e médio, Informática, Cerâmica, Panificação, Bordado, Reciclagem de Papel, Centro Médico, Laboratório de Análises Clínicas, Atendimento Fraterno, Caravana Auta de Souza,
Casa da Cordialidade e Bibliotecas.

Mais de 30 mil crianças passaram até hoje pelos vários cursos e oficinas da Mansão do Caminho, desde 1952. Em 1964, Divaldo, sob orientação de Joanna de Ângelis, selecionou várias mensagens de autoria da mentora e enfeixou-as no livro Messe de Amor, que se tornou o primeiro livro psicografado por Divaldo. Atualmente, o médium é recordista e conta com 200 títulos publicados, incluindo os biográficos que retratam a sua vida e obra.

A convite da ONU, Divaldo Franco participou do I Encontro Mundial pela Paz, em 2000, reunião de cúpula com líderes religiosos de todo o mundo – fato inédito na história da Humanidade – para debater e produzir uma proposta de paz. O Professor Divaldo Pereira Franco recebeu, ao todo, 590 homenagens, sendo 148 delas oriundas de 64 cidades do Exterior, de 20 países, e 442 do Brasil, de 139 cidades, homenagens essas procedentes de Instituições culturais, políticas, universidades, associações beneficentes, núcleos espiritualistas, espíritas entre outras.

Das condecorações recebidas no Exterior, destacam-se o título Doctor Honoris Causa em Humanidades, pela Universidade de Montreal, Canadá; Medaille de Reconnaissance Franco-Americaine-Classe Especial, do Institut Humaniste de Paris; Medalha Câmara Municipal de Leiria, Portugal e outras. No Brasil, mais de 80 títulos de cidadania honorária, concedidos pelos Poderes Públicos Municipais e Estaduais, sendo 16 deles de Capitais Federais.

Concedida por Decreto do Exmo. Sr. Presidente da República às personalidades que se destacaram em âmbito nacional no trabalho em favor do próximo, recebeu o Diploma de Ordem do Mérito Militar, distinção federal.


Informações podem ser obtidas através do site: www.mansaodocaminho.com.br